SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.15 issue2Age influence in growth of vinal (Prosopis ruscifolia Burkart.), in the Province of Santiago del Estero, ArgentinaAnatomy, hydraulic and physical indexes of Gliricidia sepium (Jacq.) Steud. wood author indexsubject indexsearch form
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

  • Have no similar articlesSimilars in SciELO

Share


Madera y bosques

On-line version ISSN 2448-7597Print version ISSN 1405-0471

Abstract

BARROS, Sâmia Valéria dos Santos et al. Avaliação do potencial energético das espécies florestais Acacia auriculiformis e Ormosia paraensis cultivadas no município de Iranduba/Amazonas, Brasil. Madera bosques [online]. 2009, vol.15, n.2, pp.59-69. ISSN 2448-7597.

No município de Iranduba, Estado do Amazonas - Brasil há grande consumo de madeira pelas comunidades locais para fabricação de carvão, e pelas olarias na queima para produção de tijolos. Diante deste panorama, a EMBRAPA vem desenvolvendo um projeto visando implementar plantios nas comunidades deste município. Neste contexto, o presente trabalho tem como objetivo avaliar as espécies Acacia auriculiformis (exótica) e Ormosia paraensis (nativa) a partir das variáveis dendrométricas, determinação da densidade básica, poder calorífico e análise imediata. O experimento foi implantado na Estação Experimental da EMBRAPA no município de Iranduba. O delineamento foi em blocos ao acaso com três repetições perfazendo um total de 6 parcelas compostas de 25 plantas cada. Foram retiradas cinco árvores dentre as nove centrais da área útil. Destas foram retirados os discos com 5cm espessura e desdobrados em corpos de prova para determinar a densidade básica e demais testes. Foi efetuada a análise de variância e teste de Tukey a 5% de probabilidade para todos os testes realizados. A A. auriculiformis (23,61cm-15,90m) superou a O. paraensis (7,26 cm-7,06 m) em diâmetro a altura, respectivamente. As espécies mostraram densidade média, onde A. auriculiformis (0,63 g/cm3) superou a O. paraensis (0,55 g/cm3). O potencial calorífico encontrado para A. auriculiformis (4383,65 kcal/kg) foi superior estatisticamente ao encontrado na O. paraensis (4381,24 kcal/kg). Na análise imediata a A. auriculiformis superou a O. paraensis, mas foi inferior em carbono fixo. Os resultados conduzem ao emprego das duas espécies para plantio por apresentarem-se promissoras para o cultivo e uso final como fonte energética proposto no trabalho.

Keywords : Análise imediata; biomassa; densidade básica; plantio; poder calorífico.

        · abstract in English     · text in Portuguese

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License